Dê uma ajuda! Alimente os peixes!

25/01/2012

Leite de Amapá

Amapá  

Nome científico
Parahancornia fasciculata (Poir.) Benoist
Família
Apocynaceae


amapazeiro, amapá-amargo, amapá-amargoso, amapá-branco, amapá-doce, amapazinho, amargoso, curupixá, mogno-dourado, sorva-maparajuba, mamapá


O amapá-doce (Hancornia amapa) é uma árvore da família das apocináceas, nativa da região Amazonica. Dá frutos roxo-escuros comestíveis e fornece madeira branca, cuja casca exsuda látex branco - conhecido como leite de amapá - que tem várias aplicações medicinais, muito utilizada na medicina popular na região. O leite de amapá ainda se restringe ao uso doméstico e está relacionado com a cura de doenças respiratórias, gastrite, anemia e problemas musculares.É extraído principalmente com terçado e machado, através de vários cortes no tronco, e o manejo inadequado frequentemente provoca com grandes cicatrizações e mesmo corte das copas.
 
Características morfológicas:
Árvore de até 35 m de altura, dotada de látex branco, fluido e amargo.
tronco retilíneo, de aproximadamente 51 cm de diâmetro.
folhas finas, elípticas, sem pelos, de 10 cm de comprimento por 3,5 cm de largura, sustentadas por hastes de 5 mm de comprimento e 1 mm de espessura.
flores pequenas, brancas e perfumadas, tubulares, de 5 pétalas soldadas entre si, de 10 mm de comprimento, dotadas de pelos na haste de sustentação e cálice, reunidas em pequenos cachos.
fruto esférico, avermelhado a arroxeado, de 3-10 cm de diâmetro, de casca lisa, suave e de 12 mm de espessura, de polpa inicialmente translúcida e amarelada, depois pastosa e alaranjada, doce, dotada de numerosas sementes.
Semente alva, oval, achatada, de 15 mm de comprimento por 10 mm de largura e 4 mm de espessura, dotada de amêndoa branca em seu interior. 

Floração ocorre em diferentes períodos do ano, principalmente em abril ou setembro. Os frutos amadurecem seis meses após a floração. É possível observar, em uma mesma árvore, frutos maduros concomitantes a uma nova floração.

Uso/árvore de grande porte, rendeu o nome do Estado do Amapá. 
Uso/madeira branca, leve e moderadamente dura, de alta qualidade. Útil para a indústria madeireira, particularmente para a fabricação de lâminas de compensado 

Uso/outras utilidades O leite do Amapá, forte e amargo, é remédio e tônico poderoso usado por populações rurais e urbanas por centenas de anos. Empregado na medicina popular para o tratamento de problemas pulmonares, gastrite, fraqueza e cicatrização. Estudos recentes comprovam a ação analgésica e anti-inflamatória da espécie. 

Obtenção de sementes Informação não disponível. Pesquisas sobre ecologia, manejo e mercado ainda são raras para algumas espécies, mesmo as provedoras de importantes produtos florestais não madeireiros, as utilizadas no cotidiano das populações amazônicas. A ausência dessas informações pode comprometer a sustentabilidade no processo de extrativismo dessas espécies. 

Os extrativistas, mesmo aqueles que têm bastante conhecimento sobre a extração do latex do Amapá, não têm sequer noção de estoque de árvores dessa espécie na floresta. A maioria tem no seu imaginário que o recurso é abundante. Em estudo recente sobre o amapazeiro no estado do Pará, calcula-se a densidade de 33-75 indivíduos por hectare de floresta e conclui-se que a utilização da faca de seringueira é mais adequada para a exploração da espécie.
produção de mudas Informação não disponível.


Referência

Rapini, A., Koch, I., Kinoshita, L.S., Simões, A.O., Spina, A.P. 2010. Apocynaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro

“Amapá-amargoso” in “Madeiras Brasileiras”. Publicação eletrônica: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA e Laboratório de Produtos Florestais – LPF

Shanley, Patrícia; e MEDINA, Gabriel. “Frutíferas e plantas úteis na vida amazônica”. 2005: CIFOR, pg. 101

Gazel, M. “Parahancornia fasciculata (Poiret) R. Benoist” in “Le sentier botanique du campus de Kourou”. Publicação eletrônica: Groupement d Intérêt Scientifique pour la Recherche Forestière Tropicale en Guyane Français - SILVOLAB

Enciclopédia agrícola brasileira. Edusp, Volume 3, pg 154-155

Serra, Murilo; Shanley, Patricia; SILVA, Tadeu Melo da; FANTINI, Alfredo Celso; MEDINA, Gabriel da Silva; VIEIRA, Paulo Roberto. “Da floresta ao consumidor: ecologia, manejo e mercado do amapá amargoso Parahancornia fasciculata (Poir) Benoist no estado do Pará” in “Recent developments and case studies in ethnobotany.” Recife, Sociedade Brasileira de Etnobiologia, Núcleo de Publicações em Ecologia e Etnobotânica Aplicada, 2010, p. 213 – 231. 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Amap%C3%A1-doce#cite_note-1
http://www.youtube.com/watch?v=BfVzKIHZO78
http://www.umpedeque.com.br/arvore.php?id=660


Nenhum comentário:

Postar um comentário