8 de jun de 2011

PRODUZINDO "FÓSSEIS" EM SALA DE AULA

ASSUNTO: Evolução Humana
Objetivo: Conhecer as principais evidencias que relacionam evolutivamente a espécie humana e seus ancestrais(fósseis e semelhanças anatômicas e moleculares).
Facilitar a compreensão do mecanismo de formação de alguns tipos de fósseis (moldes, contramoldes e impressões) pela utilização de materiais simples como o gesso, argila ou massa de modelar.

A simulação de alguns processos de fossilização concretiza os conceitos estudados, motivando e facilitando o aprendizado. O aluno participa da aula de forma mais contagiante, sentindo-se motivado com a dinâmica apresentada.


Material
argila ou massa para modelar
gesso em pó
facas e colheres de plástico
tigelas de plástico
copos de plástico grandes
papel-toalha e papel de embrulho
tampas de caixas de sapato
conchas de moluscos
folhas de plantas com nervuras bem evidentes
pequenos animais feitos de plástico



1º PASSO: Fóssei tipo "impressão" 

 
A primeira providência  é forrar o local de trabalho com as folhas de papel de  embrulho. Em uma tigela de plástico, misture o pó de gesso com  água até obter uma massa homogênea e consistente. Preencha a tampa de caixa de papelão com o gesso, alisando a su- perfície com  uma faca de plástico; se necessário, pulverize água so- bre a superfície do gesso para facilitar o processo. Coloque com cuidado folhas e conchas sobre a superfície do gesso, pressionando- as para que deixem sua impressão. Coloque as tampas de papelão em um local protegido, para secar. Quando o gesso estiver comple- tamente seco, remova as conchas e as folhas e observe as marcas deixadas na superfície da peça.
Discuta com os estudantes a simulação, comentando que esse tipo de fossilização ocorreu, de fato, em superfícies moles e lamacentas que logo se solidificaram, resistindoà erosão e registrando fielmente detalhes do contorno de partes de plantas e animais do passado.
 
2º PASSO:Fósseis tipomolde

 
Despeje massa de gesso em um copo de plástico até preenchê- lo pela metade. Coloque um animal de plástico no copo e pressio- ne-o sobre o gesso, enterrando-o parcialmente. Despeje mais gesso no copo até cobrir o animal totalmente. Deixe secar.
Quando o gesso estiver completamente seco, rasgue o copo de plástico e desenforme a peça de gesso. Quebre-a com um martelo. As marcas do animal de plástico na superfície dos fragmentos de gesso constituem fósseis do tipo molde. Chame a atenção dos estu- dantes para a semelhança entre molde e impressão; o termo molde
é utilizado quando toda a pça é envolvida por sedimentos, enquanto
impressão refere-se a marcas deixadas em uma superfície mole.

3º PASSO:Fósseis tipocontramolde

 
Preencha uma tampa    de caixa de sapato com uma camada de argila (ou de massa para modelar). Coloque conchas   ou os animais de plástico sobre a superfície da massa e pressione-os com força. Remova as conchas e/ou animais de plástico com cuidado, para não alterar as marcas deixadas na argila. Despeje massa de gesso nas depressões da argila e deixe secar. Retire as peças de gesso, que são os contramoldes dos moldes deixados na argila.
Comente que esse tipo de fóssil forma-se quando o molde dei- xado por um animal ou planta em uma rocha sedimentaré preen- chido por minerais de diferentes tipos, formando um contramolde do organismo no interior do sedimento. 
 Alunos     do   3º ano médio  da Escola Estadual Dom Gino malvestio
Quando esteé quebrado, o contramolde diferencia-se nitidamente, por sua composição, do material sedimentar, em muitos casos formando um perfeito modelo em rocha do organismo que deixou a marca.




Referência:

AMABIS, Jose Mariano.MARTHO, Gilberto Rodrigues. Biologia.Ensino Médio.2º Ed. São Paulo: Moderna, 2004.


Nenhum comentário:

Postar um comentário