29 de abr de 2011

Anti-hélio-4: descoberta mais pesada partícula de antimatéria

 "O estudo sobre as antipartículas é essencial para o avanço do conhecimento em aspectos fundamentais da física nuclear, da astrofísica e da cosmologia."
Antipartícula de hélio
Em 1911, o cientista neozelandês Ernest Rutherford (1871-1937) utilizou núcleos de átomos de hélio-4 - as chamadas partículas alfa - para demonstrar que os átomos têm sua carga positiva concentrada em um pequeno núcleo.
No trabalho de 2010, as antipartículas foram submetidas à coalescência - um processo análogo à condensação -, agregando dois antinêutrons e um antipróton, formando um antitrítio - isto é, um núcleo de antimatéria correspondente ao do átomo de trítio -, o isótopo do hidrogênio que possui dois nêutrons e um próton.
No trabalho atual, os pesquisadores conseguiram produzir um anti-hélio, com dois antiprótons e dois antinêutrons.
Ler a matéria, acesse:http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=anti-helio-4-antiparticula-antimateria-pesada&id=010130110425

Nenhum comentário:

Postar um comentário