27 de mai de 2010

Experiências com pilhas



ACUMULADOR DE CHUMBO

O acumulador de chumbo é a pilha mais conhecida, pois é o componente da bateria de 12 volts utilizada nos automóveis. Uma bateria dessas é construída pela associação de seis células galvânicas ligadas em série, cada qual fornecendo aproximadamente 2 volts.

O pólo negativo (ânodo) é constituído por um grupo de placas de chumbo, e o pólo positivo (cátodo), por uma

série de placas de PbO2.
Cada célula, portanto, será formada por uma placa de chumbo e uma placa de PbO2, ambas imersas em uma solução de ácido sulfúrico, com densidade entre 1,25 e 1,30 g/cm3.
Durante a descarga da bateria ocorrem as seguintes


semi-reações:

No ânodo:


No cátodo:



Compondo as duas equações, temos a equação global:



Analisando-se a equação global, é fácil constatar que durante a descarga há um acúmulo de PbSO4 nas placas, ao mesmo tempo em que ocorre a diminuição da concentração da solução de ácido sulfúrico e, conseqüentemente, a redução de sua densidade. Aliás, esta é uma das formas utilizadas para se verificar a descarga de uma bateria: basta mensurar a densidade da solução utilizando-se um densímetro e, sempre que esse instrumento acusar uma densidade inferior a 1,25 g/cm3, entenderemos tratar-se de uma bateria descarregada.

Fonte:




Nenhum comentário:

Postar um comentário