13 de jan de 2011

Química do cérebro determina gosto por música, diz estudo

O gosto pela música, seja pelos Beatles ou por Beethoven, tem a mesma explicação científica que o gosto por uma determinada comida. É tudo uma questão de química cerebral, diz um novo estudo.
Pesquisadores do Canadá descobriram que uma substância química -- a dopamina -- está relacionada ao gosto ou repudia das pessoas por uma música.
Trabalhos anteriores já sugeriam um papel para a dopamina -- uma substância que age na comunicação das células do cérebro. Mas, nessa nova pesquisa, que mapeou o cérebro das pessoas enquanto elas ouviam música, os cientistas notaram que a substância está diretamente relacionada à sensação de prazer ao ouvir uma música.
A dopamina ajuda a explicar porque a música é tão popular em diferentes culturas, de acordo com os autores do trabalho Robert Zatorre e Valorie Salimpoor, da Universidade McGill, em Montreal. O trabalho deles está na revista "Nature Neuroscience".
O estudo utilizou apenas a música instrumental -- o que mostra que as vozes não são necessárias para produzir a resposta da dopamina. "Levará mais tempo para estudar como as vozes podem contribuir para o efeito de prazer", disse Salimpoor.
Os pesquisadores mapearam o cérebro de oito pessoas. O levantamento mostrou que os cérebros dos participantes foram mais bombeados por dopamina em uma determina região quando eles escutaram suas músicas favoritas.
Os resultados sugerem que mesmo quem gosta de música, mas não sente "calafrios" de emoção, também passa pelos efeitos da dopamina.
Os voluntários do estudo optaram por uma vasta gama de música -- da clássica ao jazz. Como eles já conheciam as peças musicais que escutariam, não foi possível saber se a reação veio por antecipação da memória ou se as pessoas sentem naturalmente a emoção conforme a música se desenrola. Isso ainda deve ser estudado.
A música não é a única experiência cultural que afeta os circuitos de recompensa do cérebro. Outros pesquisadores mostraram, recentemente, uma ligação entre sensação de satisfação e obras de arte.

Fonte: Diário Catarinense
http://www.portalrcr.com.br/noticias/ciencia/10945-quimica-do-cerebro-determina-gosto-por-musica-diz-estudo

Nenhum comentário:

Postar um comentário